A psique da cirurgia plástica

psiqueA psique da cirurgia plástica

Muito embora a cirurgia plástica cuide da parte externa dos pacientes, ela também afeta a parte interna deles, com os resultados dos procedimentos afetando a imagem do corpo, a autoimagem e autoestima.

A cirurgia plástica afeta o paciente em três fases distintas: A fase de planejamento, a fase imediata à cirurgia e mais adiante, no período em que o corpo está mudando e o paciente começa a se acostumar com o seu “novo eu”.

Pacientes tendem a reagir com relação à cirurgia plástica com ansiedade e nervosismo, reações tipicamente humanas. Uma avaliação em conjunto com o Cirurgião Plástico, ponderando os prós e contras do procedimento escolhido, contribui para uma compreensão melhor e expectativas realistas. Afinal, cirurgia plástica exige prazo de recuperação e acarreta gastos financeiros.

Extensos estudos científicos comprovam a contribuição positiva da cirurgia plástica para a autoestima e proatividade do paciente.

Fonte: https://www.drkarenhorton.com/dr-hortons-blog/psyche-of-cosmetic-surgery/
Adaptação: Legacy Consultoria